DENÚNCIA: Deputado cobra investigação na venda de água no interior do Ceará

Antonio Araújo/Câmara dos Deputados  
Denúncias de fraude envolvendo a distribuição de água através do programa Carro Pipa continuam a desafiar autoridades e prejudicar moradores das regiões mais atingidas pela seca. O assunto não é novo e várias reportagens já foram veiculadas nos veículos de comunicação.

A pauta foi discutida nesta quarta-feira (26) na Comissão de Integração Nacional da Câmara e segundo o deputado Domingo Neto (PROS), falta transparência na contratação de carros pipa e cobra investigações das denúncias, como a venda de água.

Atualmente a operação Carro-Pipa abastece mais de três milhões de pessoas em estados do semiárido nordestino e alguns municípios do norte de Minas Gerais. Segundo o presidente da Comissão de Integração Nacional da Câmara, deputado Domingo Neto (Pros), falta transparência na contratação de carros pipa e cobra investigações de denúncias, como a venda de água.

A Operação Carro-Pipa é regulamentada por portaria conjunta dos ministérios da Integração Nacional e da Defesa, de 2012, que coloca o Exército brasileiro como principal executor do programa. O General de Brigada do Exército, Antônio Eudes, reconheceu problemas de fiscalização, mas ressaltou que toda denúncia de fraude é apurada.

O diretor da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, Élcio Barbosa, disse que a Operação Carro-Pipa é um programa bem sucedido, mas reforçou que medidas de prevenção são necessárias.

As medidas de prevenção à seca serão o tema da segunda audiência pública da comissão, que deve acontecer na semana que vem.


Fonte: Ceará News 7