MADALENA-CE: Operação "Caixa Preta" afasta prefeito e secretários

(Foto: Divulgação)
O município de Madalena, localizado a 180 km de Fortaleza, amanheceu em clima tenso nesta terça-feira (25). Durante a madrugada, uma operação da Polícia Civil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE) e com a Polícia Militar (PM), afastou 27 funcionários públicos da cidade, incluindo o prefeito Zarlul Kalil Filho.

A operação, denominada "Caixa Preta", teve um contingente de 120 policiais, que, além de Madalena, também cumpriu mandados de busca e apreensão em Fortaleza, Boa Viagem e Tauá. As ordem judiciais, que acusam os envolvidos pelo crime de improbidade administrativa, foram proferidas pela Vara Única da Comarca de Madalena.

Os funcionários detidos foram levados à Delegacia Regional de Polícia Civil, onde prestaram os primeiros depoimentos. Em seguida, os envolvidos foram transferidos ao Instituto de Perícia Forense de Canindé, onde realizaram exames de corpo delito.

Além do prefeito Zarlul Kalil Filho, a lista de 27 pedidos de afastamentos de cargos públicos incluem todos os secretários municipais, membros da Comissão de Licitação e assessores jurídicos.

A ação cautelar de improbidade administrativa formulada pelo MP-CE investiga fraudes em licitações no município de Madalena entre os anos de 2013 e 2014. Os contratos supostamente fraudados se aproximam do valor de R$ 7 milhões.

A ordem judicial solicita a posse imediata do vice-prefeito Eurivando Vieira, bem como obloqueio dos ativos financeiros, a indisponibilidade dos bens de todos e a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos na investigação.


Fonte: Diário do Nordeste