Perseguição cinematográfica termina em morte em Milhã


Perseguição de veículos, troca de tiros, atropelamentos, colisão e mortes, cenas que não ficam a dever a nenhum thriller policial aconteceram na noite de sexta-feira na cidade de Milhã (229 km de Fortaleza). Tudo aconteceu devido uma briga entre dois homens, que protagonizaram as cenas cinematográficas. Os autores da façanha são o empresário Miguel Bezerra Filho, conhecido pelo apelido “Sukita” e o comerciante Gledson Luís da Silva, conhecido como “Gueguê”.

Sukita estava em sua Mitsubishi Pajero, quando Gueguê, que estava no banco de passageiro de um Fiat Línea começou a perseguí-lo. A perseguição continuou pela avenida a Dr. Wilson Pinheiro no Centro da cidade, quando o Fiat Línea colidiu com a traseira do Mitsubishi Pajero provocando o abalroamento deste último com um poste.

Mesmo assim a perseguição não parou. Houve troca de tiros entre os dois homens e duas mulheres acabaram atropeladas pelo Fiat Línea, mas não correm risco de morte. “Sukita” foi baleado e levado ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. Já e “Gueguê” foi encontrado sem vida dentro do Fiat Línea. O veículo foi encontrado à margem da BR-226, zona rural de Milhã. Dentro dele foram encontradas duas pistolas, uma delas calibre 380 e a outro 9mm, ainda dois carregadores e duas munições intactas. O motorista do veiculo não foi encontrado.


Fonte: Ceará Agora