NA SEMANA SANTA: Operação de Segurança terá 3,7 mil agentes no Estado

A Polícia Rodoviária Federal inicia operação hoje, repetindo a mesma estratégia usada no Carnaval e reforçando alguns trechos nas BRs. A prioridade serão as ações preventivas para a redução de acidentes
FOTO: HELENE SANTOS
A Operação Semana Santa, da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), começa hoje com 3.747 profissionais das forças de segurança atuando em Fortaleza, Região Metropolitana e Interior. Até segunda-feira (6), a PRF colocará agentes em pontos estratégicos das BRs que cortam todo o Estado.

Durante todo o feriado, os órgãos vinculados à SSPDS trabalharão com 319 homens do Corpo de Bombeiros, 304 policiais civis, 53 homens da Pericia Forense, 2.883 policiais militares, 50 homens e três aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e quatro homens da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol).

Segundo o coordenador do Copol, Fernando Menezes, o efetivo ordinário receberá um reforço durante a Semana Santa. "Tudo foi planejado com base nas estatísticas deste período, dos últimos anos. A partir desses números, foram feitos os reforços necessários", explicou.

Dessa forma, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros vão atuar com um número maior de profissionais nas cidades com maior quantidade de moradores e turistas e naquelas que costumam apresentar problemas. Nas rodovias estaduais, as operações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) serão realizadas em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE). Ao todo, serão 406 homens, dispostos em 56 viaturas, 49 motos e 17 guinchos que serão divididos nos 23 postos fixos, além dos 18 postos avançados. Durante as abordagens serão utilizados 88 bafômetros.

Álcool

De acordo com o subcomandante da PRE, major Chiappetta Teles, o que mais preocupa o órgão é o grande número de pessoas transitando pelas estradas durante os próximos dias e o consumo de bebida alcoólica por parte dos condutores. "Com o acúmulo de dias, as pessoas aproveitam para se deslocar da Capital para o Interior. Portanto, apesar de ser um feriado religioso, ficamos preocupados", ressaltou Teles.

Outro problema destacado por ele é o alto consumo de vinho por parte dos motoristas durante todos os dias do feriadão. Devido à essa questão, os agentes estarão focados na Lei Seca. "O grande número de veículos nas estradas e o consumo de bebida alcoólica preocupa devido ao perigo", frisou.

Além disso, o subcomandante da PRE destacou que haverá um número maior de guinchos trabalhando junto aos agentes para que os veículos apreendidos sejam encaminhados. Outra função será retirar aqueles carros ou motos que, devido a um acidente, estejam obstruindo as rodovias e, por isso, causando engarrafamentos "Dessa forma, será possível dar fluidez mais rapidamente ao trânsito".

A operação iniciada hoje pela PRF seguirá até a próxima segunda-feira (6). Os policiais rodoviários federais reforçarão trechos estratégicos nas BRs, repetindo as mesmas estrutura e metodologia utilizadas na Operação Carnaval, que priorizou ações preventivas para redução da violência do trânsito.

O planejamento das ações também levou em consideração análises de dados estatísticos desse feriado prolongado, com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes considerados graves, ou seja, acidentes fatais ou com vítimas feridas gravemente. Essas análises permitiram a otimização dos recursos humanos e materiais, com foco na fiscalização para coibir comportamentos de risco, como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.

Chuva

Dados da Funceme mostram que haverá chuvas no Ceará durante sexta-feira e o sábado do feriadão. No dia 3, a expectativa é de nebulosidade variável, com eventos de chuvas no Centro e Norte do Ceará. No Sul do Estado, nebulosidade variável com chuva isolada.

Já o dia 4 deve ter nebulosidade variável com eventos de chuvas no Norte do Ceará. No Centro e sul do Estado, nebulosidade variável com chuva isolada.

Bombeiros alertam para riscos de afogamento

Com o objetivo de evitar afogamentos e combater incêndios 319 homens do Corpo de Bombeiros estarão trabalhando, no litoral e Interior do Estado, a partir de hoje até a próxima segunda-feira (6), período do feriado da Semana Santa.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Gurgel, afirmou que o período da Semana Santa preocupa até mais que o do Carnaval, já que as pessoas relaxam mais em relação aos cuidados e, por conta disso, mais afogamentos são registrados. "As pessoas devem evitar beber e comer para em seguida tomar banho, seja de mar, lagoa, rio ou açude", alertou o comandante dos Bombeiros.

Ele também alertou para que os banhistas tenham cuidado com o local onde ele vai tomar o banho, pois podem ter perigos que desconhecem. "Ninguém deve se afoitar. Por isso, sempre dizemos que água no umbigo é sinal de perigo", acrescenta.

Gurgel explicou que nos 319 homens atuando no Estado estão incluídos aqueles do serviço ordinário e também aqueles que trabalham como reforço.

Balneabilidade

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) divulgou, ontem, o novo boletim de balneabilidade da orla marítima de Fortaleza, apontando que apenas oito trechos estão próprios para a recreação primária.

O laudo, finalizado nesta quarta-feira (1º), foi realizado por técnicos da Gerência de Análise e Monitoramento (Geamo) e contempla análises de 31 locais considerados estratégicos na Capital.


Diário do Nordeste 
Thiago Rocha/Repórter