Vereador apresenta certificado de conclusão de ensino falso e pode ser condenado em Itatira

Por decisão do juiz eleitoral Antônio Josimar Almeida Alves, o advogado José Roberto Alves, que defende o vereador eleito pelo município de Itatira, Gleidson Moura Lopes, conhecido como João Paulo (PMDB), foi intimado para comparecer juntamente com seu cliente no próximo dia (08/06) para audiência de instrução no Fórum de Canindé onde acontecerá interrogatório do acusado e debates orais.

No ano de 2012 o então Promotor Eleitoral da 33ª Zona Sérgio Maia Louchard, ingressou com Ação Penal contra o vereador pelo fato do mesmo apresentar certificado de conclusão do ensino médio falso para comprovação de escolaridade.

O documento apresentado por João Paulo foi periciado por peritos da Policia Federal que compravam facilmente a falsificação grosseira no certificado de conclusão do ensino médio.

Após a audiência de instrução o Poder Judiciário decidirá os rumos do vereador, já que o mesmo foi denunciado com base no Art. 349 do código eleitoral que diz o seguinte “Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro, para fins eleitorais” com pena de reclusão de até cinco anos e pagamento de 3 a 10 dias-multa.

A população de Itatira aguarda com grande expectativa se João Paulo será ou não condenado ou perderá o cargo que ora o mesmo ocupa.

*Com informações de Wellington Lima
Ceará Agora