Ivo Gomes sai da Secretaria de Cidades e critica o governo


A falta de repasses, por parte do Governo do Estado para pagamento dos vigilantes da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), foi a justificativa oficial dada pelo deputado estadual Ivo Gomes, para deixar a Secretaria de Cidades. Em nota oficial, Ivo afirma que diante da situação, e sem meios para resolver o problema, entendeu por bem entregar o cargo ao Governador, na tentativa última de garantir o pagamento dos trabalhadores e o bom funcionamento do Metrô de Fortaleza, Sobral e do Cariri.

A assessoria do Palácio da Abolição afirmou que o Governo se pronunciará sobre a saída. Segundo o Sindicato dos Vigilantes, o salário de julho dos vigilantes não foi pago e há quatro meses o Metrofor não repassa os recursos para a empresa terceirizada.

Com a saída de Ivo, o governo Camilo fica se nenhum representante do “cidismo”, já que em maio passado, Danilo Serpa, outro homem de confiança de Cid, que ocupava a Secretaria de Relações Institucionais saiu daquela pasta para a Ceará Portos. Nos bastidores há os que apostem no retorno de Ivo caso o governador Camilo Santana regularize a situação dos trabalhadores, já outros afirmam que a situação é irreversível e demostra um crescente desgaste entre a cria, no caso Camilo, e o criador, que seria Cid Gomes.

Com a saída, Ivo, ele retorna à Assembleia Legislativa, o que levará a saída de Sineval Roque (Pros), que tomou posse há menos de um mês em decorrência da morte de Wellington Landim (Pros).


Fonte: Ceará Agora