Paracuru-CE: Polícia prende dupla tentando comprar refrigerante com dinheiro falsificado

Com os suspeitos, foram apreendidas R$ 2 mil em notas de R$ 100 falsas (Foto: Delegacia de Paracuru)
Uma denúncia para a Delegacia Municipal de Paracuru, na noite dessa quarta-feira (19), resultou nas prisões de dois homens por estelionato e uso de moeda falsa. A dupla foi flagrada no momento em que tentava pagar garrafas de refrigerante com as cédulas falsificadas. A ofensiva foi efetuada em conjunto entre as Polícias Civil e Militar.

Os presos se tratam de Matheus Cavalcante Lameu Timbó (19) e Francisco Macley Vilela Aragão (19), ambos sem antecedentes criminais. A dupla foi presa em um estabelecimento comercial na Rua Gumercindo Aguiar Juvêncio, no Centro da cidade. Com eles, foi apreendido um veículo Corrolla de cor preta, a quantia de R$ 2.098 e cédulas falsas totalizando o valor de R$ 900,00, além de 17 garrafas de dois litros de refrigerante.

De acordo com as apurações, os golpistas se dirigiam até os estabelecimentos comerciais e compravam apenas uma garrafa de refrigerante de 2 litros, que custa em média R$ 5,00, e pagavam o produto com uma cédula de R$ 100,00 falsificada. Desta forma, eles repassavam o dinheiro sem valor e recebiam R$ 95,00 de troco pela compra da mercadoria.

Os homens foram conduzidos à delegacia de Paracuru e autuados em flagrante. Macley foi autuado por estelionato e uso de moeda falsa. Já Matheus, além destas infrações, foi autuado também por corrupção ativa. Ele teria oferecido à autoridade policial a quantia de R$ 3 mil para “deixar o caso por isso mesmo”.

Em depoimento, os infratores relataram aos agentes de segurança que residem em Fortaleza e que compravam as notas falsas de um homem não identificado, ainda na Capital. Informaram também que praticavam o golpe há algum tempo, mas em Paracuru teria sido a primeira vez. As investigações sobre o caso continuam no sentido de identificar e capturar o fabricante e fornecedor das cédulas falsificadas.

Durante as investigações, após as capturas, quatro notas sem valor foram recuperadas pela Polícia. Os comerciantes se dirigiram até a Delegacia Municipal, onde reconheceram os homens como sendo os autores dos delitos. Os policiais esperam que outras vítimas dos golpistas compareçam a delegacia.


*Ceará Agora