Últimas Noticias

19 de setembro de 2015

Mortes por dengue no Ceará já superam 2014


De acordo com o boletim divulgado nesta sexta-feira, 18, pela Secretaria da Saúde (Sesa), o Estado já registrou 58 óbitos e teve 48.437 confirmações da doença, 787 novas ocorrências em relação à semana anterior. O número já é maior do que o total de mortes por dengue registrados em 2014 no Ceará, quando a Sesa registrou 53 óbitos.

Fortaleza lidera no número de mortes, com 28 registros, seguido de Caucaia (5), Beberibe (3), Maracanaú (4), Aracati (2), e Limoeiro do Norte (2) e um óbito nas cidades de Aquiraz, Assaré, Barbalha, Crato, Ipueiras, Itaitinga, Itapiúna, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Russas, Pacatuba, São Luis do Curu, Varjota e Várzea Alegre.

Os municípios com alta incidência da doença são Alcântaras, Aracoiaba, Aquiraz, Arneiroz, Barbalha, Barro, Barroquinha, Beberibe, Brejo Santo, Boa Viagem, Canindé, Capistrano, Catarina, Caucaia, Crato, Coreaú, Crateús, Eusébio, Frecheirinha, Fortaleza, Hidrolândia, Horizonte, Iguatu, Ipaumirim, Ipu, Itaitinga, Itapiúna, Jaguaribara, Jati, Jardim, Jucás, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Mauriti, Meruoca, Miraíma, Milagres, Mombaça, Mucambo, Nova Russas, Novo Oriente, Ocara, Palmácia, Palhano, Paracuru, Pacoti, Pentecoste, Piquet Carneiro, Pires Ferreira, Poranga, Porteiras, Reriutaba, Russas, São Gonçalo do Amarante, São Luis do Curu, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tianguá, Tauá, Trairi, Umari, Umirim, Varjota e Várzea Alegre. Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), é considerado epidêmico quando há mais de 300 casos para cada 100 mil habitantes.



*Ceará Agora