Últimas Noticias

15 de setembro de 2015

SECA: 79% dos municípios cearenses precisam ser atendidos por carros-pipa

(Foto: Manoel Lima)
A crise hídrica no Ceará, agravada nestes quatro anos seguidos de seca, está levando muitos municípios ao colapso, com o abastecimento de água cada vez mais escasso. 

Na segunda-feira (14), o Governo do Estado acrescentou mais 37 cidades na lista de atendidos pela Operação Carro Pipa, da 10ª Região Militar. Com isso, 146 localidades passam a ser socorridas pela medida emergencial, o que corresponde a 79,3% dos 184 municípios cearenses.

A maioria das cidades atendidas pela operação da Defesa Civil Nacional, realizada através do Exército, são da zona rural, onde as carências são maiores. Em alguns municípios dos Inhamuns e do Sertão Central o período de estiagem já dura seis anos. Já as áreas urbanas são atendidas pelos carros fornecidos pela Defesa Civil Estadual.

Segundo o governo estadual, antes do acréscimo dos 37 novos municípios, nos outros 109 a população atendida é estimada em quase um milhão de pessoas. Outras localidades também poderão requisitar a operação após formalizarem as demandas, e desde que atendam plenamente as exigências do programa.

A inserção dos novos municípios foi feito pelo Comitê Integrado de Convivência com a Estiagem, criado em 2012, formado por entidades e órgãos ligados diretamente ou indiretamente às ações de atendimento hídrico e outros serviços sociais. O comitê é coordenado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

Os novos municípios que passam a ser atendidos pela Operação Carro Pipa são:

Aquiraz
Coreaú
General Sampaio
Icapuí
Pacajus
Pacatuba
Paracuru
Pindoretama
Quixeré
São Luís do Curu
Trairi
Nova Russas
Potengi
Baixio
Caririaçu
Cruz
Ererê
Farias Brito
Granja
Granjeiro
Iguatu
Iracema
Jijoca de Jericoacoara
Martinópole
Pereio
Tarrafas
Umari
Várzea Alegre
Amontada
Apuiarés
Aracoiaba
Baturité
Itarema
Morrinhos
Pires Ferreira
Varjota


Fonte: Diário do Nordeste