Temas para a redação do Enem 2015


Nem bola de cristal, nem cartomante, nem mesmo Harry Potter seria capaz de adivinhar o tema da redação do Enem em 2015. É um segredo guardado a sete chaves, revelado apenas no segundo dia do Exame.

Embora possa parecer simples fazer um texto de 30 linhas sobre algum tema da atualidade, a redação é uma das partes mais temidas do Enem - e também uma das que mais reprovam. Por outro lado, um texto bem feito poderá garantir uma boa nota final. É a única parte do Enem em que é possível atingir 1.000 pontos! E o melhor jeito de se preparar é praticar muito.

Selecionamos alguns dos possíveis temas da redação desse ano para você ir treinando a partir de agora. Confira!

Possíveis temas da redação do Enem 2015

O tema da redação do Enem sempre envolve alguma atualidade, questão política, social ou geográfica.

Não dá para prever exatamente o que cairá na prova, mas com base em tudo que está acontecendo no País e no mundo é possível fazer uma lista com alguns fortes candidatos a “tema do ano”.

Dê uma olhada nos nossos palpites:

1. Refugiados de guerra

Embora já tenha sido abordado no Enem de 2009, o assunto pode voltar, dada a relevância global do tema atualmente. Os países da Europa e do mundo devem aceitar a quantidade de refugiados vindos da África e do Oriente Médio? Quais os impactos sociais e econômicos dessa migração?

2. Crise climática

O desmatamento, a poluição dos rios e a urbanização desordenada já têm sérios desdobramentos sociais, econômicos, políticos e ecológicos. Um dos impactos de destaque na atualidade é a crise de abastecimento de água nos estados do Sudeste.

3. Maioridade Penal

No Brasil, há quem defenda a redução da maioridade penal (idade em que uma pessoa pode ser julgada criminalmente) para 16 anos. O tema é polêmico e divide a opinião de políticos, juristas, defensores dos direitos da criança e do adolescente e da sociedade em geral.

4. Preconceito racial e homofobia

No Brasil, preconceito racial é crime e casais do mesmo sexo já podem casar e adotar filhos, mas os casos de racismo e homofobia ainda são muitos. Por qual razão? Como mudar isso?

5. Jogos Olímpicos 2016

O Rio de Janeiro vai sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Quais serão os impactos positivos e negativos para a cidade, para o Estado e para a economia do País?

6. Descriminalização das drogas

A posse de drogas no Brasil é tratada como assunto de polícia e não de saúde pública - bem diferente de alguns países da Europa que conseguiram reduzir o tráfico com medidas mais “humanizadas”. Será que esse modelo funcionaria aqui?

7. Corrupção enraizada na cultura brasileira

Escândalos recentes na Petrobras, nos governos e na FIFA tomam conta dos noticiários brasileiros, mas existem também os pequenos delitos, o “jeitinho brasileiro”. Quando vamos conseguir moralizar o serviço público e mudar a forma como encaramos a corrupção?

8. Direito dos trabalhadores domésticos

A lei que garante direitos básicos aos trabalhadores domésticos tem gerado muita polêmica. Empregadores reclamam dos custos, mas os domésticos passaram finalmente a ter direitos que já eram garantidos a outros trabalhadores com carteira assinada no Brasil.

9. Os 50 anos do golpe militar

Os frequentes pedidos de intervenção militar por uma minoria da população sugerem um debate sobre o que aconteceu nos 20 anos de regime militar no País.

10. Mobilidade Urbana

As cidades brasileiras finalmente começaram a se dar conta de que em breve já não poderão comportar o número crescente de veículos nas ruas. A solução é investir em outras opções de mobilidade urbana. Mas o que isso envolve? Que tipo de mentalidade as pessoas precisam ter para aceitar novos modelos de transporte?

Como praticar os possíveis temas do Enem

Já que não há como saber com antecedência qual será o tema da redação do Enem 2015, a sugestão é que você escreva redações no modelo dissertativo-argumentativo sobre a maior quantidade possível de assuntos que podem cair na prova.

Para ajudá-lo nessa tarefa, preparamos algumas dicas para começar a escrever os textos. Anote aí:
Pesquise bastante sobre cada um dos temas acima. Veja a repercussão internacional, anote dados estatísticos e eventos-chave que podem mudar o rumo da discussão.

Reflita sobre a forma como você vê o assunto. Lembre-se de adotar uma postura analítica séria, isenta, sem julgamentos religiosos ou preconceitos.

Na proposta de intervenção social que você deve incluir ao final da redação do Enem, pense em soluções que respeitem as liberdades individuais e coletivas: religião, sexualidade, posicionamento político, diversidade em geral.

Leia com atenção o edital do Enem desse ano e tente adequar os textos ao formato proposto. Ele não deve ultrapassar 30 linhas.

Procure modelos de redação do Enem que tiveram notas altas. Eles dão uma boa dica sobre o tipo de texto que precisa ser desenvolvido.


Fonte: MSN Notícias