MINAS GERAIS: Conheça a história por trás do meme "Já acabou, Jéssica?"

A briga, ocorrida na última segunda-feira, 16, foi registrada pela câmera do smartphone de um dos colegas
As estudantes Lara T., 14, e Jéssica A., 13, viram a briga que protagonizaram, nas proximidades da escola na qual estudam, viralizar nas redes sociais. A discussão termina com Lara fazendo a pergunta que virou meme na internet: "Já acabou, Jéssica?".

Quando Lara faz a famosa pergunta, a resposta de Jéssica é cheia de boa vontade. "Sim, pode pegar o livro, não vou precisar mais dele". Segundo relatos de uma funcionária da Escola Estadual Reverendo Cícero Siqueira, em Alto Jequitibá, Minas Gerais, o clima que predominou entre as garotas sempre foi de cordialidade. As jovens são colegas de classe do 7º ano de Ensino Fundamental da escola localizada na Zona da Mata mineira.

A funcionária estranhou a briga entre as garotas, que aconteceu na última segunda-feira, 16, mas logo explicou o motivo do desentendimento. "Só uma briga de adolescentes que passou um pouco da conta. Inclusive não entendemos porque algo tão banal ficou tão famoso. De qualquer forma, não é a regra por aqui", disse.

Segundo a servidora, o motivo teria sido ciúme. Jéssica viu a colega conversando com o seu namorado horas antes. O rapaz, aliás, não estava presente no momento que se tornou conhecido. Era um papo como qualquer outro, até Jéssica puxar os cabelos de Lara e a derrubar no chão. Jéssica, sempre com amigos por perto, não dava pistas de ter desafetos, assim como a colega.

REPRODUÇÃO / FACEBOOK
A Polícia Militar de Minas se manifestou por meio das redes sociais
 
As garotas fizeram as pazes no mesmo dia, com direito a choro, abraço e pedido de desculpas, em uma reunião convocada pela diretoria da escola. As mães da moças e o Conselho Tutelar estiveram presentes. O vice-diretor do colégio afirmou que apenas a mãe de Lara estava abalada com a situação. Ninguém mais quis se pronunciar sobre o assunto.

Repercussão

O caso viralizou, chegando ao primeiro lugar dos Trending Topics, no Twitter. No Facebook, instituições aproveitaram o bordão para campanhas contra o desperdício de água, por exemplo. A Polícia Militar de Minas Gerais usou o caso para lembrar que agressão é contravenção penal.

O meme já ganhou até um game para smatphones. Na produção, que tem o memso nome da frase dita por Lara, o jogador controla a estudante cheia de pose em busca de Jéssica para uma revanche. A aventura em 2D vem em sidescrolling, no estilo dos já conhecidos runners.

Claro que para chegar a final uma série de obstáculos precisam ser vencidos até chegar ao momento de enfrentar Jéssica. Segundo os desenvolvedores do game, da pontobarragame, o jogo já estava em produção antes do caso e eles apenas criaram uma versão com o meme.

Assista ao vídeo: 



Redação O POVO Online