Hospital inaugurado há 1 ano recebe recursos para começar a funcionar no Sertão Central

Hospital de Quixeramobim ainda não funciona, apesar de ter sido inaugurado há 1 ano (FOTO: Divulgação)
Após uma série de protestos sobre o aniversário de um ano do não funcionamento do Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), garantiu recursos para o pleno funcionamento da unidade a partir de 2016. A decisão foi anunciada depois de uma reunião entre Camilo e o Ministro da Saúde, Marcelo Castro, em Brasília, na última quarta-feira (30).

Durante o encontro, o ministro garantiu ao governador que no início deste ano será feita a liberação dos recursos que garantirão 50% do custeio da unidade. De acordo com o Governo do Estado, com o novo incentivo, a previsão é de que a unidade seja aberta ainda no primeiro trimestre de 2016.

Segundo Camilo Santana (PT), a solicitação dos recursos já estava encaminhada antes da troca de ministro. “Solicitei ao ministro a garantia dos recursos de 50% do custeio para colocarmos em funcionamento o hospital, algo que já estava acordado antes da troca no ministério. Agora, ele garantiu a liberação para o início do ano. A unidade é muito importante não só para o Sertão Central, mas para todo o nosso estado”, afirmou.

Repercussão

Localizado a cerca de 200 km da capital cearense, no município de Quixeramobim, o Hospital e Maternidade do Sertão Central foi alvo de protestos na última segunda-feira (28), quando moradores de municípios próximos realizaram uma manifestação de um ano do não funcionamento da unidade.

Ao todo, 300 pessoas estiveram presentes no ato. Na época da inauguração, a previsão era a de atender 20 municípios da Macroregião, o que corresponde a mais de 600 mil habitantes.


Fonte: Tribuna do ceará