Incêndio atinge vegetação próximo a Bica do Ipu, na Ibiapaba


Um incêndio atinge há três dias a vegetação do entorno da Bica do Ipu, Área de Proteção Ambiental (APA) localizada no município de Ipu, a 294, 2 km de Fortaleza. O fogo foi parcialmente controlado na noite dessa terça-feira (08/12), quando começava a chegar ao balneário da bica, onde há um restaurante. As causas estão sendo investigadas, mas há principal suspeita é de incêndio criminoso.

O incêndio na vegetação foi iniciado no último domingo, 6, quando começou a ser controlado por quatro brigadistas da APA, entre eles a engenheira florestal e gerente da APA, Henryette Pereira. “Nós começamos a apagar assim que começou, mas nosso contingente é pequeno. É mais difícil porque o fogo se espalha com o vento, principalmente nessa época de estiagem”, afirma ela.

De acordo com o capitão Roberto Moraes, comandante do grupamento 3 do Corpo de Bombeiros de Sobral, as equipes foram acionadas às 20 horas de terça-feira, 8. “Fomos chamados às pressas porque estava começando a atingir o balneário, que é feito de madeira. Isolamos o local, mas ainda há fogo e mais equipes devem voltar ao local. Graças a Deus ninguém se feriu”, detalhou.

A gerência da APA não possui estimativas sobre o número de visitantes da Bica. “Estamos em uma luta contra o fogo, porque agora parece estar calmo, mas depois o fogo alastra com o vento começa tudo de novo”.

Dez bombeiros participaram da operação de ontem, mas um efetivo de trinta homens deve ser deslocado hoje, com apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

“Ficamos no local até às 3 horas manhã, mas ainda tem focos de incêndio e esperamos debelar o fogo completamente logo. Já consideramos um incêndio de médio a grande porte, mas a área atingida ainda está sendo investigada”, explica Roberto. O capitão diz ainda que há suspeitas de incêndio criminoso, provavelmente iniciado por um homem, que ainda não foi identificado.

Para controlar as chamas, os bombeiros utilizaram água de uma viatura de combate a incêndio, mas nesta quarta-feira, 9, devem ser utilizados bombas costais e abafadores. “Nessas áreas mais distantes de vegetação, o mais indicado são os abafadores”, afirma Roberto.

Proteção

A APA da Bica do Ipu, que abrange uma área de 3.484,66 hectares, é uma unidade de conservação de uso sustentável, criada pelo Decreto Nº 25.354, de 26 de janeiro de 1999. A APA compreende áreas de encostas, setores mais elevados da serra e nascentes dos riachos Ipuçaba e Ipuzinho, conforme informações da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

No local, são proibidas as seguintes atividades:

– Implantação ou ampliação de atividades potencialmente poluidoras ou degradadoras;

– Supressão de vegetação e uso do fogo sem a autorização da SEMACE;

– Atividades que possam poluir ou degradar os recursos hídricos abrangidos pela APA, como também o despejo de efluentes, resíduos ou detritos capazes de provocar danos ao meio ambiente;

– Intervenção em áreas de preservação permanente, como: margens dos riachos; topos de morros; nascentes, ainda que intermitentes; encostas ou partes destas com declive superior a 45°, equivalente a 100 por cento na linha de maior declive;

– Demais atividades danosas previstas na legislação ambiental.



*Ceará Agora