OUSADIA E FRIEZA: Quadrilha que atacou BB de Novo Oriente agiu como numa ação militar. Um suspeito foi detido


Um suspeito de participação do ataque à agência do Bando do Brasil da cidade de Novo Oriente (a 388Km de Fortaleza) foi capturado, na noite de ontem, pela Polícia. O bandido seria integrante de um bando de ladrões de bancos já conhecido naquela região.

O suspeito está sendo interrogado e através dele a Polícia espera chegar nos demais integrantes da quadrilha nas próximas horas. Apelidado de “Reisinho”, o bandido teria dois irmão também envolvidos em ataques a bancos. Eles são conhecidos como Silvano e Silvino.

A ação da quadrilha em Novo Oriente, na manhã desta quinta-feira (4), foi toda registrada pelas câmeras do próprio banco e por moradores, que usaram seus celulares para gravar de longe a ousadia dos bandidos.

As imagens deixam clara a forma “profissional” como o bando age. São homens que utilizam armas de grosso calibre, como fuzis e carabinas, manuseiam tais armas no estilo militar, usam roupas camufladas e balaclavas (capuzes).

Incendiados

Durante o ataque, os assaltantes usaram de toda a sua experiência para usar os reféns como escudo humano no momento em que perceberam a chegada da Polícia. Apesar de terem disparados diversos tiros de fuzil durante a ação, os criminosos não feriram ninguém, demonstrando a frieza e destreza na hora do ataque.

Três carros foram utilizados na fuga dos bandidos pela BR-020 em direção a Tauá. Dois deles foram deixados incendiados na zona rural. O terceiro somente foi localizado na manhã de hoje, também incinerado. Era uma Hilux, que foi deixada incendiada na localidade de Pontal, no Município de Quiterianópolis.



Ceará News 7