Aneel aprova reajuste médio de 12,97% nas tarifas da Coelce


Foi aprovado nesta terça-feira, 19, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o reajuste nas tarifas cobradas pela Companhia Energética do Ceará (Coelce).

Os consumidores residenciais, considerados de baixa tensão, terão aumento de 13,64%, já para os de alta tensão, como indústrias, o reajuste está cotado em 11,51%, a medida entrará em vigor a partido do dia 22 de abril. A média de reajuste é de 12,97%.

O aumento foi resultado da diferença da revisão periódica provisória adotada em 2015. No ano passado, a distribuidora do Ceará foi a primeira a sofrer revisão tarifária, sedo aplicado, na época um percentual provisório.

A Annel definiu, no último dia 12, o índice de reposicionamento tarifário definitivo para o Ceará seria de 7,95%. Esse índice impactou em 3,57% o reajuste autorizado hoje.

A Coelce tem 3,4 milhões de unidades consumidoras no estado.

Com a entrada em vigor, desde o início do mês de abril, da bandeira tarifária verde, a ideia é que não haverá cobrança adicional nas contas de luz. Até março, estava em vigor a bandeira amarela, que estabelece uma cobrança extra de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) de energia consumidos.

A eliminação da cobrança extra em abril não significa que o sistema de bandeiras tarifárias será abolido. Se no futuro o governo necessitar ligar mais usinas térmicas novamente, a cobrança será retomada.