Ministro aceita pedido, e tropas da Força Nacional já devem chegar ao Ceará ainda hoje


O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, atendeu ao pedido do governador do Ceará, Camilo Santana, e enviou tropas da Força Nacional para dar apoio diante do cenário de crise no sistema carcerário local. De acordo com o Governo, o reforço deve chegar ao Estado nas próximas horas. Após um fim de semana de terror nas unidades prisionais do Ceará, Camilo se manifestou nas redes sociais pela primeira vez e anunciou que está tomando medidas para estabilizar a crise.

>Fim de semana sangrento em complexo penitenciário
>Estado vive momento delicado com crise no sistema carcerário
>Comissão fará novas inspeções
>MP irá apurar mortes nos presídios

"Além do apoio do Poder Judiciário, do Ministério Público e das nossas forças de segurança (Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros e Pefoce), que vêm atuando bravamente desde o início da greve dos agentes penitenciários, considerada ilegal pela Justiça, já solicitei no domingo o apoio da Força Nacional de Segurança, no sentido de garantir a estabilidade nos presídios, especialmente durante a recuperação das instalações, que foram destruídas por conta das rebeliões", disse em post publicado no início da manhã.

O governador lamentou o ocorrido e garantiu que tomará todas as medidas necessárias para resolver a situação.

Com informações do Diário do Nordeste