CAMPOS SALES-CE: PM é morto e outro ferido em confronto com bando armado

O soldado do Raio foi morto com um tiro na cabeça, quando se aproximava do bar onde a abordagem seria feita

Uma troca de tiros entre uma patrulha do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) de Juazeiro do Norte e cinco suspeitos de tráfico de drogas terminou com um PM morto e outro ferido. O tiroteio ocorreu na manhã de ontem, neste Município, a 590Km de Fortaleza. Dois homens que teriam ligação com a quadrilha foram feridos e estavam sendo transferidos para Juazeiro do Norte, em uma ambulância, quando o veículo foi interceptado e um deles foi morto; o outro fugiu.

O soldado José Roberto Lemos é o 9º policial morto no Ceará, em 2016. São oito militares assassinados e um policial civil. Somente nas últimos 48 horas, já é o segundo caso de PM executado. Na madrugada de sábado, Antônio Anderson do Nascimento, morreu, em Sobral, quando tentou impedir a execução de um casal.

Segundo a 4ªCia do 2ºBPM (Campos Sales), a equipe do BPRaio se deslocou até o “Bar da Miúda”, no bairro Aparecida, para checar uma denúncia de que cerca de 1Kg de cocaína seria entregue no local. Quando os militares se aproximaram do bar, os homens que estavam dentro do estabelecimento começaram os disparos.

O soldado Lemos foi atingido por um tiro na cabeça e não resistiu. “A Polícia já tinha informações do que acontecia no local e os suspeitos estavam identificados. Planejaram a operação para apreender a droga e prender os traficantes. Este bar já era investigado como um dos principais pontos de venda de droga da Cidade”, disse um PM, que não se identificou.

Além do soldado Lemos, outro militar foi ferido no braço. Ele foi transferido para o Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte. Segundo o destacamento de Campos Sales, o quadro de saúde ele é estável.

Fuga

Três suspeitos de envolvimento com a quadrilha, que segundo a Polícia, é comandada por um homem conhecido como “Zé Doido” conseguiram fugir. Durante a fuga, dois deles roubaram uma motocicleta de um idoso que passava pela rua e escaparam em direção ao Município de Salitre. Um dos fugitivos é “Zé Doido”. “Suspeitamos que o próprio ‘Zé Doido’ tenha atirado no soldado Lemos. Temos diversos procedimentos contra ele e muitas denúncias de populares sobre os crimes que cometia”, disse o militar. Além de ser apontado como um dos principais traficantes da região, ele também teria envolvimento com a execução do ex-presidiário Tiago Feitosa de Lima, 22, conhecido como “Nego Cassete” . Dois revólveres, calibre 38, utilizados pelo bando na troca de tiros foram apreendidos. Havia várias cápsulas deflagradas dentro das armas.

Ambulância interceptada

Segundo a PM, a ambulância que seguia para Juazeiro do Norte com dois suspeitos do tiroteio, identificados como José Lopes Silva e Jeremias Alves da Silva, foi interceptada por dois homens, no distrito de Boqueirão, em Campos Sales. Jeremias foi executado dentro do veículo, enquanto José Silva conseguiu escapar. A enfermeira e o motorista da ambulância não ficaram feridos. “Não sabemos ainda como aconteceu. Os atiradores não foram identificados”, afirmou o policial.

O militar declarou também que o documento encontrado em nome de Jeremias Silva pode ser falso. “A Polícia de Arcoverde, em Pernambuco, ligou para o destacamento de Campos Sales dizendo que uma família estava à procura de um parente chamado Luan Teixeira, que havia sido morto aqui. Estamos averiguando se é a mesma pessoa”.

Um automóvel Chevrolet, modelo Agile, com placas do Estado de São Paulo, foi abandonado em frente ao bar onde o confronto aconteceu e foi apreendido para análises periciais. Várias viaturas de células especializadas e uma aeronave da PM, estão participando das buscas aos três suspeitos que conseguiram fugir e estariam nas proximidades. Ninguém foi preso ainda.



Diário do Nordeste