Últimas Noticias

Pesquise no Blog

Em qual desses nomes você NÃO votaria de jeito nenhum?

17 de julho de 2016

PESQUISA DATAFOLHA: Lula venceria primeiro turno com 22% dos votos

Já Lula - acusado de irregularidades -, embora mantenha parte do seu desempenho eleitoral, é o candidato mais rejeitado, pois 46% dos entrevistados não votariam nele
A pesquisa Datafolha aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como o líder das intenções de voto no primeiro turno das eleições de 2018. Apesar da preferência, o petista não venceria um segundo turno em disputa com Marina Silva (Rede) ou com o atual ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB). As informações são da Folha de São Paulo.

>> 50% dos brasileiros preferem a permanência de Temer na Presidência, diz Datafolha

>> Datafolha: Brasileiro está mais otimista com economia do País

Em um eventual primeiro turno, Lula venceria com 22%, derrotando Marina Silva (17%), Aécio Neves (14%) e até Michel Temer (5%). Também perderiam a disputa os candidatos Jair Bolsonaro (PSC), com 7%, Ciro Gomes (PDT), com 5%, Luciana Genro (Psol), com 2%, Ronaldo Caiado (DEM) e Eduardo Jorge (PV), com 1%, cada.

O instituto ainda revela que os potenciais candidatos tucanos, José Serra, Aécio Neves e Gerlado Alckmin, perderam intenções ou mantiveram índices anteriores, o que favoreceu Lula. Alpem disso, o petista, depois de dividir a preferência do eleitorado com Marina Silva, acabou abrindo vantagem e derrubando pontos da ex-ministra.

Em um cenário de segundo turno entre Lula e Marina, a ex-ministra venceria, com 44%, diante de 32% atribuídos ao petista, que também perderia, com 35% das intenções de votos, para José Serra, com 40%. A pesquisa considera a margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No entanto, revela a pesquisa, cerca de 1/4 dos eleitores (independentemente dos cenários apresentados na pesquisa) votariam, no primeiro turno, em branco, nulo ou preferiram não opinar.

Brancos e nulos, conforme a pesquisa, totalizam 18%, diante de 7% que não quiseram opinar. Nenhum dos candidatos supera a soma dos brancos, nulos e indecisos, cenários que, juntos, têm 25% dos votos.

As intenções de voto de Aécio Neves hoje é de apenas metade do total obtido poe ele em dezembro de 2015, quando tinha 27%. Entre os seus correligionários, Geraldo Alckmin tem 8% hoje, quase metade menos dos 14% que alcançou em dezembro do ano passado, e José Serra possui 11%, também inferior aos 15% de fevereiro deste ano.

Já Lula - acusado de irregularidades -, embora mantenha parte do seu desempenho eleitoral, é o candidato mais rejeitado, pois 46% dos entrevistados não votariam nele.



Diário do Nordeste