Últimas Noticias

Pesquise no Blog

Em qual desses nomes você NÃO votaria de jeito nenhum?

9 de agosto de 2016

ENCOMENDAS: 9 mil atrasos: Correios tem 20 dias para normalizar serviços

Os Correios podem pagar multa de até R$11 milhões; a estatal garante que vai resolver e que vem pagando indenizações a clientes ( FOTO: THIAGO GADELHA )
Em audiência com o Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) Fortaleza, nesta segunda-feira (8), representantes da Diretoria Regional dos Correios no Ceará assumiram as pendências nas entregas de mais de 9 mil encomendas. O órgão municipal notificou a estatal e deu prazo de 20 dias úteis para que a situação seja normalizada. Caso não cumpra o estabelecido, os Correios podem pagar multa de até R$11 milhões.

Segundo dados do Procon, de janeiro a julho do ano passado, foram registradas nove denúncias de consumidores contra os Correios. Em igual período deste ano, no entanto, já são mais de 60 - um número quase sete vezes maior. Dentre os registros, estão o atraso ou extravio de licenciamento de veículo, carteira de motorista, boletos bancários e de cartões de crédito.

De acordo com a diretora geral do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, a empresa também assumiu o compromisso de resolver as demandas individuais de seus consumidores, tanto dos que registraram denúncias ao órgão quanto dos que procuraram os centros de distribuição de encomendas. Para resolver as demandas, o Procon vem marcando audiências individuais entre a empresa e seus usuários. "Nós temos recebido muitas reclamações contra os Correios. Na hora em que o consumidor contrata a prestação de serviços da empresa, ele espera uma entrega rápida e eficiente. Mas, alguns pagam para ter um serviço que não está sendo garantido por causa da ineficiência da empresa".

Conforme Cláudia, um dos principais canais de atendimento ao consumidor é o site do Procon Fortaleza. As denúncias também podem ser feitas presencialmente na sede do órgão, no Centro, ou na Central Vapt Vupt, em Messejana. Ela orienta que o consumidor realize as reclamações formalmente para que o órgão possa apurar as denúncias.

"Qualquer cidadão que se sentir lesado, que sofreu algum dano moral ou material em decorrência da má prestação do serviço pode entrar com uma ação judicial pedindo a reparação de danos", explica a advogada. Caso seja pago, o dinheiro da multa será aplicado no Fundo Municipal de Defesa do Consumidor, órgão que financia a política municipal de proteção de clientes.

Atrasos

O policial militar Luiz de Moraes, morador do Bom Jardim, é um dos clientes prejudicados em 2016 por atrasos. "Nos últimos meses, está muito complicado. Minha fatura vence dia 7 e chega sempre nos dias 12 ou 13".

Em nota, os Correios se comprometeram a regularizar a situação dos consumidores dentro do prazo estabelecido pelo Procon Fortaleza, reafirmando o compromisso de seguir cooperando com o órgão de defesa do consumidor. A estatal esclarece, ainda, que indeniza os clientes por atrasos nas entregas e extravios, devendo estes registrarem reclamação no site do órgão, na opção Fale com os Correios, ou por meio da central de atendimentos da empresa. (Colaborou Nicolas Paulino)

FIQUE POR DENTRO

Queixas crescem no Estado nos últimos anos

A precariedade nos serviços de entrega dos Correios, seja as de encomendas ou mensagens (cartas, boletos, etc), vem sendo bastante apontada no Estado há pelo menos três anos. O déficit de profissionais oriundo do sucateamento da Estatal é a principal causa do cenário, apontada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos e Similares do Estado do Ceará (Sintect-CE). Os municípios mais afetados, atualmente, são Juazeiro do Norte, Fortaleza, Iguatu e Sobral. Na Capital, queixas se estendem por diversos bairros.

Mais informações

Central Correios: 08007250100



Diário do Nordeste