Últimas Noticias

Pesquise no Blog

Em qual desses nomes você NÃO votaria de jeito nenhum?

27 de setembro de 2017

DESLIGAMENTO DO SINAL ANALÓGICO EM SOBRAL É ADIADO PARA 2018


O sinal analógico de TV será desligado nesta quarta-feira (27) em Fortaleza, que tem índice de domicílios preparados para receber o sinal digital de 92%. Juazeiro do Norte e Sobral não conseguiram atingir o percentual mínimo de 90% para o desligamento e o procedimento foi adiado para o ano seguinte.

Além da capital cearense, o sinal da TV analógica aberta será desligado em outras 14 cidades: Aquiraz, Beberibe, Cascavel, Caucaia, Eusébio, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante.

Uma pesquisa Ibope realizada em Juazeiro do Norte e Sobral mostrou que o índice de residências preparadas para receber o sinal digital nas duas cidades está em 76% e 73%, respectivamente, ou seja, abaixo do mínimo exigido para o desligamento. Com isso, o Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) decidiu reprogramar o fim das transmissões analógicas nas duas cidades para o próximo ano.

A decisão do Gired também atende a um pedido dos radiodifusores dos dois municípios, que querem mais prazo para as emissoras de TV instalarem os equipamentos de transmissão do sinal digital. O fim das transmissões analógicas neste momento poderia prejudicar a população, que ficaria sem acesso à TV aberta. O desligamento em Juazeiro do Norte e Sobral abrange também as cidades de Barbalha, Caririaçu, Crato, Missão Velha, Forquilha, Massapê e Santana do Acaraú.

A partir do desligamento do sinal analógico, a programação das emissoras fica disponível somente no formato digital, mas os canais abertos devem apresentar na tela, durante 30 dias, cartelas informativas ao telespectador sobre a mudança. O sistema digital permite à população receber uma programação com melhor qualidade de imagem e som, sem interferências, como chuviscos ou fantasmas. As vantagens do sinal digital incluem ainda a possibilidade de assistir TV em dispositivos móveis; a multiprogramação, que comporta a transmissão de diferentes programações em um mesmo canal; e a possibilidade de interatividade por meio do Ginga, o middleware nacional para a troca de dados diretamente pelo televisor.


Fonte: Cnews