Fuzis que 'furam blindado' são apreendidos pela 1ª vez no Ceará

Quadrilha envolvida em pelo menos três ataques a carros-fortes foi presa.

DRF apreendeu dois fuzis e munições calibre.50 em Morada Nova e prendeu três suspeitos. (Foto: Reprodução/TVM)

Polícia Civil do Ceará capturou uma organização criminosa envolvida em ataques a bancos e carros-fortes e apreendeu uma pistola importada e dois fuzis calibre ponto 50, arma de guerra com alto poder de destruição. Além do armamento, a polícia localizou explosivos e mais de 100 cápsulas de fuzis que seriam utilizadas em ataques a instituições financeiras.

Os homens foram presos durante uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) na última semana, na cidade de Aracati, litoral leste do estado. Já as armas de fogo, foram localizadas em uma fazenda em Morada Nova. Segundo a polícia, o local era utilizado como base para a quadrilha.

De acordo com o secretário da Segurança Pública do Estado, delegado André Costa, essa foi a primeira apreensão de um fuzil ponto 50 no Ceará. "Com a apreensão desse aparato de fuzis, certamente a gente evitou novas ações contra bancos e carros-fortes", afirmou.

No total, a polícia apreendeu:
Dois fuzis .50;
Uma pistola calibre 40;
40 emulsões de explosivos;
Coletes à prova de balas;
Duas caminhonetes;
Documentos falsificados;
Mais de 100 munições.


 
Fuzil apreendido atinge alvos a cerca de dois quilômetros de distância, segundo delegado. (Foto: Reprodução/TVM)


O delegado Ricardo Romagnoli, titular da DRF, afirmou que a quadrilha era investigada há cinco meses. Os homens são suspeitos de comandar diversos ataques a instituições de financeiras e veículos de valores no Ceará e em outros estados da região Nordeste, segundo o investigador.

Romagnoli disse que há indícios de que o grupo tenha roubado três carros-fortes neste ano nas cidade de Aracati, São Luís do Curú e Mombaça. Nos três casos, a polícia encontrou cápsulas deflagradas da mesma arma que foi apreendida durante a operação da DRF.


G1