Pedreiro morre eletrocutado em Icó em rede de alta tensão

Pedreiro morreu ao sofrer descarga elétrica e ficou no andaime em obra em Icó. Fotos de Gustavo Veras

O pedreiro Expedito Mota Batista, 51 anos, morreu eletrocutado em uma obra no Conjunto Gama, na cidade de Icó, na manhã desta quinta-feira, (02). De acordo com informações de populares, o operário teria encostado com um instrumento de trabalho, que era de metal, na rede elétrica de alta tensão por onde passam o equivalente a 13,00 mil volts e levou a descarga elétrica. 

Pedreiro morreu no local do acidente. Foto: Reprodução/Richard Lopes

O acidente ocorreu em uma obra de um prédio, no Conjunto Gama, às margens da CE 282. A vítima estava no alto de um andaime improvisado de madeiras no 1º andar do prédio e não usava EPIs (Equipamento de Proteção Individual), mas não chegou a cair, o corpo ficou sobre as tábuas.

A construção fica próxima à rede de alta tenção. A empresa fornecedora de energia (Enel) interrompeu os serviços de fornecimento de rede elétrica para que o IML realizasse a remoção do corpo do local. O corpo da vítima foi encaminhado o IML de Iguatu para exame de necropsia.

O inquérito policial que irá apurar a responsabilidade será instaurado pelo delegado George Alexandre Irineu Segundo, da delegacia regional de Polícia Civil de Icó.

Com colaboração, fotos e vídeos de Gustavo Veras e de Richard Lopes.

Vídeo feito por Gustavo Veras mostra momento de retirada do corpo do pedreiro sobre andaime em obra em Ico:

Diário do Nordeste