Saúde

header ads

Enem 2013: Ceará tem aumento de 40% no número de inscritos

O Ceará é o 5º estado em número de candidatos inscritos no Enem, atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro

O Ceará teve 518.017 inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013. Divulgados ontem, em Brasília, pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, os dados apontam para um aumento de 40% no número de candidatos no estado em relação ao ano passado. Em 2012, foram 369.065 inscritos.

O Ceará é o 5º estado em número de candidatos. O primeiro é São Paulo, com 1.238.441 inscritos, seguido de Minas Gerais, com 870.782; Bahia, com 576.851; e Rio de Janeiro, com 562.616.

A região Nordeste tem o segundo maior percentual de inscritos no Enem, com 32%. A região Sudeste ficou em primeiro lugar, com 36% dos inscritos. A Sul teve 13%; a Norte, 10%; e a Centro-Oeste, 9%.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), do total de inscritos no Enem, 849.058 estudantes farão a prova para conseguir a certificação do ensino médio. No Ceará, esse número é de 59.959.

O crescimento de inscritos no Ceará supera o aumento total do País. Os 7.834.024 candidatos em todo o território nacional representam 26% a mais que o número do ano passado, quando houve 6.495.000 inscritos. Os candidatos confirmados após o prazo final de pagamento foram 5.971.290.

Na coletiva, Mercadante fez um balanço do exame. “Esses dados mostram uma grande confiança dos jovens e do povo brasileiro no Enem. De fato, é a principal possibilidade de acesso à educação superior no Brasil”.

Cursando o 3º ano do ensino médio, Isabelle Oliveira, 16 anos, é uma das inscritas pelo Ceará. No ano passado, ela prestou o Enem por experiência, mas, neste ano, espera ficar com uma das vagas disponíveis no curso de Design de Moda na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Aluna de colégio público, Isabelle fez a inscrição na própria escola: “Eles queriam garantir que todo mundo vai prestar o Enem”, contou a estudante.

Enem

A prova avalia o desempenho escolar e acadêmico do estudante e permite ao candidato a participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior.

O desempenho no Enem é também requisito para participação do estudante nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras, e critério para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: O POVO Online