X
Aplicativo MCB Em Questão

Grátis - Na Play Store

O Melhor e mais completo portal de notícias da cidade!

Governador culpa falta de verbas para crise na saúde

Camilo Santana se reúne com os diretores dos hospitais da rede pública
FOTO: JL ROSA
O Governador Camilo Santana está desde as 14h30 desta quarta-feira (13) em reunião, a portas fechadas, com os diretores dos 10 hospitais da rede pública, 8 da Capital e 2 do Interior, para escutar as demandas e traçar estratégias a fim de resolver a atual crise enfrentada pela qual a assistência em saúde pública no Ceará. O gestor culpa a falta de verbas para os problemas enfrentados pelaSaúde no Ceará.

Camilo interrompeu a reunião momentaneamente para falar com a imprensa e afirmou que o problema com a saúde pública não é recente e não atinge apenas o Ceará, alegando que o grande problema são as verbas insuficientes para a Pasta.

"Há alguns anos, a cada real recebido do Governo Federal para a saúde, gastávamos um real. Hoje em dia, o estado gasta quatro reais pela mesma quantia recebida. Em 2014, o Ceará gastou R$ 1,472 bilhão de reais em saúde. Mas antes mesmo de eu assumir, havia um subfinanciamento da saúde brasileira. É um problema que precisa abrir discussão nacional", comentou o governador.

Ele afirmou ainda que está pessoalmente cuidando de todas as medidas para melhorar a situação na área. "Estou avaliando pessoalmente os gargalos. Estamos restabelecendo os materiais que estejam em falta. Já autorizei todos os recursos necessários. Muitos foram repostos ou estão aguardando a entrega dos fornecedores, o que também já está resolvido. Estamos vendo como contratar novos leitos de retaguarda pra diminuir as filas dos hospitais. 

As medidas urgentes estamos tomando. Nos quatro primeiros meses de 2015 já gastamos R$50 milhões a mais do que no mesmo período do ano passado. É importante que a população compreenda que esse problema não é apenas no Ceará, mas em todo o Brasil, tendo em vista conversas que tive com outros governadores e prefeitos", reiterou.


Com informações do repórter Renato Bezerra
Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários