X
Aplicativo MCB Em Questão

Grátis - Na Play Store

Bolsonaro: Manifestações começam pelo Twitter na semana em que o Presidente pretende vir ao Nordeste

Conforme anunciado por este Fórum no início do mês, o presidente Jair Bolsonaro prepara uma ofensiva na região Nordeste, local onde tem o seu maior índice de rejeição. A série de viagens que pretende fazer para lá tem início nesta sexta-feira (24) e os efeitos colaterais já começaram a aparecer nesta terça-feira (21).

O dia amanheceu com a hashtag #NordesteCancelaBolsonaro em primeiro lugar nos Trend Topics do Twitter no Brasil.

Além de ter no Nordeste o seu maior índice de rejeição – para 40% dos nordestinos, o governo é ruim ou péssimo, conforme o Ibope – a região é praticamente toda comandada por governadores de oposição. Foi lá também que ele teve o menor índice de votos nas eleições presidenciais de 2018. Fernando Haddad (PT-SP) venceu em todos os Estados do Nordeste.

A viagem acontece na semana seguinte aos maiores protestos de rua contra o seu governo. O objetivo do presidente é entregar casas populares e anunciar mais verbas para obras de infraestrutura.

No roteiro, que tomará toda a sexta-feira, Bolsonaro vai para Petrolina (PE), onde entregará um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. Em Recife (PE), deverá anunciar um acréscimo de R$ 2,1 bilhões ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, a ser usado em obras de infraestrutura. Ao todo, o fundo passará a ter R$ 25,8 bilhões em 2019.

Na primeira entrevista após assumir o cargo, Bolsonaro disse que os governadores nordestinos não deveriam pedir dinheiro a ele. “Não venham pedir nada para mim, porque não sou presidente. O presidente está lá em Curitiba”, disse ele, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato.

Oficialmente, a viagem marcará o lançamento do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), elaborado pela primeira vez, no âmbito da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

O presidente vai ser reunir, no Instituto Ricardo Brennand, complexo cultural da capital pernambucana, com 11 governadores. Todos da região confirmaram presença – Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Além deles, irão os governadores de Minas Gerais e Espírito Santo, abrangendo parte do Sudene. Parlamentares nordestinos, que cobravam a ida do presidente à região, também estão sendo convidados.

Veja abaixo algumas manifestações do Twitter:




Entrando na tag mas já esperando sair a notícia de q ele arregou e cancelou a viagem com medinho de protesto... Acho q ele esqueceu da surra q levou dos nordestinos nas eleições... Vamos refrescar a memória dele...




Revista Forum