Saúde

header ads

Com crise, 66% das prefeituras reduziram número de funcionários no Ceará



Um estudo divulgado nesta sexta-feira (13) pelo Confederação Nacional de Municípios (CNM) revela que 62% das prefeituras tiveram que reduzir o quadro de funcionários ou tiveram que reduzir o volume de veículos para diminuir os gastos para poder fechar as contas.

Ainda conforme a pesquisa, 54,7% dos gestores afirmam que pagarão as contas de dezembro em dia, incluindo o pagamento do 13° salário. Nas demais cidades, o valor será quitado apenas em 2020.

Este direito dos servidores será quitado em duas parcelas até 20 de dezembro em 64,1% das prefeituras do Ceará. Com isso, 98,3% das gestões confirmaram que o aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) ajudarão no pagamento do direito.

Todavia, 66% revelaram que outros gastos de meses anteriores deste ano serão postergados para 2020 devido à falta de verba suficiente.


Perfil do trabalhadores



De acordo com a pesquisa, a equipe de funcionários das prefeituras é composta principalmente por funcionários públicos, seguidos dos que são regime CLT e outros cargos (estagiários ou comissionados). Ao todo, são 305.324 colaboradores que trabalham nos municípios.

Em relação à metodologia do estudo, todas as regiões do Estado foram contempladas com a pesquisa. Destas, 116 das 184 prefeituras do Ceará responderam o questionário, formulado por dez perguntas relacionadas a administração dos cofres municipais.

Por conta da crise econômica, 59,8% das prefeituras confirmaram que os municípios estão com atraso no pagamento de fornecedores.