X
Aplicativo MCB Em Questão

Grátis - Na Play Store

O Melhor e mais completo portal de notícias da cidade!

Em carta a Papai Noel, crianças pedem galinhas para suas famílias poderem comer ovos todos os dias


Os amigos Antônio Alejandro, de 7 anos, e Antônio Erick de Menezes, de 9 anos pediram ao Papai Noel um presente diferente neste Natal. Na cartinha escrita com a ajuda de voluntários, eles pediram ao "Bom Velhinho" uma galinha para que suas famílias possam comer um ovo todos os dias. O fato ocorreu em uma comunidade do Bairro Pajuçara, no município de Maracanaú, na Grande Fortaleza. O pedido inusitado foi atendido graças a uma rede de solidariedade.

A comerciante Elvirene Valério foi quem teve a iniciativa de pedir para as crianças escreverem os seus pedidos ao Papai Noel. Ela conta que teve a ideia de fazer uma festinha para ajudar a comunidade onde vivem cerca de 40 crianças junto com as irmãs e amigos do trabalho. Os textos escritos pelas crianças contaram com o apoio de voluntários. Os presentes foram arrecadados e entregues neste domingo (22), na residência de Elvirene. Houve também brincadeiras com palhaços, música, e foi servido um jantar para os pais.

“Conversando no trabalho, Deus plantou essa ideia no meu coração, da gente fazer umas cartinhas e adotar umas crianças carentes. Aí eu falei com minhas irmãs e com as pessoas do meu trabalho, meus familiares e as pessoas que trabalham com a gente, e todo mundo aceitou. Então, a gente procurou no bairro mesmo crianças carentes”, explica Elvirene.

A comerciante conta que quando chegou à comunidade com as amigas e os familiares todos ficaram surpresos com os pedidos. “Pedimos para cada criança contar na cartinha o que elas queriam ganhar de presente de Papai Noel. E o que nos deixou mais surpresos foi que as crianças não pediram brinquedos. Uns perguntaram se poderiam pedir alimento. A maioria foi material escolar, roupas e calçados”, relata.

Surpresa

Enquanto Elvirene anotava os pedidos das crianças, dois deles chamaram a sua atenção. Foi quando Antônio e Erick perguntaram se poderiam ganhar uma galinha. Segundo a comerciante, quando os voluntários e as outras crianças ouviram o pedido, sorriram surpresos com o pedido.

“Na hora que eles disseram que ganharam uma galinha, todo mundo riu. Aí a gente perguntou o porquê. Eles disseram que era para ter todo dia um ovo para comer", conta.

"Catarina" e "Preta de Neve"



Já com os presentes em mãos, as duas crianças afirmaram que vão cuidar com carinho das duas galinhas. Até nomes para as aves eles já deram. A galinha do Erick se chama "Catarina" e a do Alejandro "Preta de Neve".
"Foi o presente que sempre quis ganhar. Estou muito feliz e prometo que vou cuidar muito bem dela. Já estamos com os milhos e toda hora alimento ela", disse sorridente Alejandro.
O Erick também afirmou que vai ser cuidadoso com "Catarina". Segundo ele, a galinha vai ajudar bastante sua família.


Diário do Nordeste