X
Aplicativo MCB Em Questão

Grátis - Na Play Store

O Melhor e mais completo portal de notícias da cidade!

Chove 108 mm em Quiterianópolis; em Ubajara, chuva alaga ruas e invade casas

Chuva no município cearense de Varjota (Foto: Ana Cristina Chaves/VC Repórter)

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou precipitações em pelo menos 56 cidades do Ceará, entre 7h da segunda-feira (6) e 7h desta terça-feira (7). Destaque para o município de Quiterianópolis, na região do Sertão Central e dos Inhamuns, com chuva de 108 milímetros. No município de Ubajara, na Região da Ibiapaba, computou 68 milímetros. A chuva foi suficiente para causar transtornos para a população dos bairros Araticum e Monte Castelo, na tarde desta segunda-feira. A água da chuva alagou as Avenidas Ponta Verde e dos Constituintes, e vias adjacentes, além de invadir residências da região.

A Enel Distribuição Ceará informou que, devido a fortes chuvas e as descargas atmosféricas que atingiram a Serra Grande na noite desta segunda, o fornecimento de energia foi afetado em alguns pontos da zona rural de Ubajara. Equipes da companhia foram ao local e o fornecimento foi normalizado ainda pela noite.

Choveu também nas cidades de Parambu, Sertão Central e dos Inhamuns (53 milímetros), Icapuí, Litoral Leste com 52 milímetros, e Jardim, na Região do Cariri com 50 milímetros.

Nuvens de chuva sobre o Ceará

Segundo a Funceme, há nuvens em quase todo o Ceará bem como em praticamente todo o Nordeste brasileiro. As nuvens significativas de chuva encontram-se sobre a faixa litorânea do Estado do Maranhão e no centro do Piauí. A Zona de Convergência Intertropical é o principal sistema indutor de chuva no norte do Nordeste no período de fevereiro a maio. A ZCIT é uma banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre, formada principalmente pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul.

A previsão do tempo para terça-feira é de nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada nos litorais de Fortaleza e do Pecém e no Maciço de Baturité. Há possibilidade de chuva no litoral Norte e no Cariri. Para quarta, nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada na faixa litorânea e no Maciço de Baturité. Nas demais regiões, possibilidade de chuva. E quinta-feira (9), predomínio de nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões.

10 maiores chuvas por posto no dia:
Quiterianópolis (Posto: Santo Antônio) : 108.0 mm
Ubajara (Posto: Ubajara) : 68.0 mm
Viçosa Do Ceará (Posto: Sitio Vambira) : 53.6 mm
Parambu (Posto: Novo Assis) : 53.0 mm
Icapuí (Posto: Peixe Gordo) : 52.0 mm
Jardim (Posto: Sitio Bonsucesso) : 50.0 mm
Coreaú (Posto: Sitio Urubu) : 39.0 mm
Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 35.0 mm
Guaraciaba Do Norte (Posto: Limoeiro) : 28.2 mm
Porteiras (Posto: Porteiras) : 27.0 mm

Açudes em situação crítica

Apesar dos números apresentados pelo mapa mais recente de acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste e em Minas Gerais, dos 155 açudes do Ceará monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 91 estão com volume abaixo dos 30%. Apenas um açude está com sua capacidade acima de 90%. Trata-se do Germinal, no município de Palmácia, no Maciço de Baturité.

O Castanhão, principal reservatório do Estado, está com apenas 2,72% da sua capacidade total. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 5,13% do volume máximo.


Diário do Nordeste