Saúde

header ads

Suspeitos de matar grávida de cinco meses encontrada amarrada dentro de casa são presos em Juazeiro do Norte



Dois homens foram presos suspeitos de amarrar e matar Maria Cheyla Cristina Lima Lins, 34 anos, grávida encontrada morta em casa com uma faca no peito, no Bairro São José, em Juazeiro do Norte. O crime ocorreu na madrugada do dia 5 de janeiro. Os suspeitos eram vizinhos da vítima, e foram capturados nesta terça-feira (14).

O corpo de Cheyla Lins, que estava no quinto mês de gestação, foi encontrado pelo namorado dela por volta do meio-dia. Ela estava em casa com o filho de 5 anos quando ocorreu o crime. A vítima foi encontrada despida da cintura para baixo.

Os suspeitos entraram na residência pela porta da frente, amarraram a mulher com o fio de um carregador de celular e a atingiram com um golpe de faca no tórax, de acordo com a polícia.

Suspeito roubou celular da vítima

O principal suspeito do crime era menor de idade quando o fato ocorreu, e completou 18 anos nesta segunda-feira (13), segundo a polícia. Ele estava com o celular da mulher, informou o comandante da Força Tática, tenente Lindemberg Alencar. O rapaz confessou o assassinato e entregou a arma utilizada. Afirmou, ainda, que invadiu a residência da vítima com intuito de roubar.

“Após informações da Inteligência, descobrimos que um indivíduo estava de posse do celular da vítima. Montamos a operação e conseguimos fazer a prisão dele em flagrante pela receptação do celular. O mesmo, dentro da viatura, confessou o crime, entregou a arma do crime — um canivete que estava com ele, e deu detalhes da crueldade do crime”, informou o comandante Alencar.

O suspeito relatou à polícia a participação de outro homem no crime. Com isso, os policiais chegaram até o segundo envolvido, de 24 anos, que também morava nas proximidades da casa da vítima.

Os criminosos foram conduzidos à delegacia, em Juazeiro do Norte, na tarde desta quarta-feira.


G1CE