X
Aplicativo MCB Em Questão

Grátis - Na Play Store

O Melhor e mais completo portal de notícias da cidade!

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixa o cargo

Foto: Agência Brasil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou, nesta quinta-feira (18), que não faz mais parte do governo do presidente Jair Bolsonaro. O anúncio foi feito pelo próprio ministro, em um vídeo publicado por ele, ao lado de Jair Bolsonaro.

Weintraub foi o segundo ministro da Educação do atual governo. Ele assumiu o cargo em abril de 2019, logo depois da saída de Ricardo Vélez Rodríguez, e permaneceu no posto por 14 meses.

Em vídeo publicado nas redes sociais, na tarde desta quinta-feira, Weintraub diz que já começou o processo de transição do MEC e que, nos próximos dias, vai "passar o bastão" para o substituto.

Sem querer dar detalhes dos "motivos da saída", ele afirmou que recebeu convite para ser diretor do Banco Mundial e agradeceu o aval de Bolsonaro.

"Eu, a minha esposa, os nossos filhos, e até a nossa cachorrinha Capitú, a gente vai poder ter a segurança que hoje está me deixando muito preocupado", declarou.

Bolsonaro afirmou que a saída do ministro "é um momento difícil" e que "a confiança você não compra, você adquire".

Agradeço a todos de coração, em especial ao Presidente @jairbolsonaro
O melhor Presidente do Brasil!
LIBERDADE!https://t.co/zYLGh4hntI

— Abraham Weintraub (@AbrahamWeint) June 18, 2020

Perfil

O economista Abraham Weintraub foi nomeado ministro da Educação em 8 de abril de 2019, assumindo a pasta no lugar de Ricardo Vélez Rodríguez, no dia seguinte em cerimônia de posse no Palácio do Planalto.

Executivo do mercado financeiro por 20 anos, Weintraub é natural de São Paulo, mestre em administração na área de finanças pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV) e graduado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (USP-1994). 

Ele foi integrante da equipe de transição do governo de Bolsonaro, e ocupou o cargo de secretário executivo da Casa Civil, sob o comando de Onyx Lorenzoni.

(Via Diário do Nordeste)

Postar um comentário

0 Comentários