Ministérios: Lula veta Cid na Educação e sobra Ciência e Tecnologia para Ciro

Dilma autoriza ex-presidente a escolher nomes para ministérios ‘estratégicos para 2018’. Sem a pasta, governador segue para o BID. (Foto: Reprodução)
Mesmo dispondo do apreço de Dilma Rousseff (PT), Cid Gomes (Pros) já não tem livre acesso ao comando do Ministério da Educação. Apesar da inclinação da presidente, o governador cearense encontrou um empecilho de peso: Lula (PT).

O ex-presidente pediu, e foi atendido, carta branca para escolher pessoalmente o nome que ficará à frente da pasta. Além da Educação, Dilma também avalizou Lula a encabeçar as escolhas para Fazenda e Cidades.

Os três ministérios, no entendimento do líder petista, são os mais importantes para a candidatura do partido 2018, por isso, merecem acompanhamento especial e a indicação de perfis que se alinhem com seu projeto político. Não é o caso Cid, que vem traçando estratégias próprias para se cacifar para a próxima disputa presidencial.

Com o veto de Lula, um novo cenário se delineia e, após o término de seu segundo mandato como governador do Ceará, Cid Gomes deve mesmo embarcar para Washington, D.C., nos Estados Unidos, para trabalhar no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Mas, antes, deve certificar-se de emplacar o irmão Ciro Gomes em um ministério, possivelmente, Ciência e Tecnologia.


Com informações da Folha de S.Paulo e O Globo.